“Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai Celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai Celeste” (Mt 5:43-48).

Deus é a Fonte do Amor
Deus é amor, e Deus é um mistério. Os Seus meios estão muito além de nós, mas Ele ainda nos alcança. Deus é infinito e íntimo, três e um, todo-poderoso e todo perdoador. Nós gastaremos a eternidade para apreciar um relacionamento eternamente aprofundado com Deus o Pai, o Filho e o Espirito Santo. A Bíblia é a história de Deus se esforçando para se reconectar com os seus filhos, e é um método importante que Deus usa para nos alcançar. A Bíblia revela um Deus que é eternamente criador, paciente e buscador. Mesmo tendo sido escrito por pessoas normais, através do Espirito a palavra penetra os nossos corações, abre os nossos olhos e convence a viver por Ele.
Deus o Pai nos alcançou de uma forma dramática por meio de Seu Filho Jesus, que não apenas escolheu nos visitar, mas se tornar um de nós. Nascido humano para que pudéssemos renascer no Espirito, Jesus nos mostrou o amor e o caráter de Deus, e o quão longe Deus está disposto a ir para nos salvar da autodestruição. O que não pudemos fazer por nós mesmos, Ele fez por nós, pagando o preço pelos nossos pecados, morrendo em nosso lugar para que vivêssemos para sempre. Ele venceu a morte através da ressureição e prometeu retornar para nos levar para casa.
Enquanto isso, Deus não nos deixou sozinhos. O Espirito Santo está aqui para nos confortar, guiar e transformar para vivermos como testemunhas do amor de Deus. O mesmo Espirito que inspirou profetas e capacitou Jesus, que formou as escrituras e criou o mundo, habilita e capacita cada um de nós. O Espirito ativa o “corpo de Deus” (a igreja) através dos dons espirituais e das atitudes humildes de serviço e compaixão.
What did Isa and the Injil Teach About When/How to Settle Disputes With a Friend or Neighbor?
“Therefore if you are presenting your offering at the altar, and there remember that your brother has something against you, leave your gift there before the altar and go. First be reconciled to your brother, and then come and offer your gift”[...]"(Mt 5:23-24)..
Às vezes podemos dizer que servimos a Deus (Alláh), mas maltratamos um dos filhos de Deus. Jesus ensinou que quando vamos adorá-lo, devemos vir com a consciência limpa de que fizemos tudo a nosso alcance para acertar as coisas quando machucamos alguém. Isso não significa que as pessoas sempre estarão dispostas a nos aceitar. Elas podem ainda nos odiar, mas pelo menos tentamos fazer o que é correto.
O povo de Deus deveria refletir o amor de Deus. É por isso que deveríamos tentar viver em paz com todas as pessoas. O povo de Deus deveria refletir o amor de Deus. É por isso que deveríamos tentar viver em paz com todas as pessoas.
It’s a serious thing to hate someone. We can hate people’s mean and evil ways without hating them. Everyone who hates his brother is a murderer, and you know that no murderer has eternal life abiding in him. (1 Jo 3:15)
Jesus e o Injil nos ensinam que não devemos guardar raiva ou ódio para com ninguém. Nós deveríamos ter um senso verdadeiro do amor de Deus e refletir isso para os outros.
Estudo adicional:
1. Disposição de permanecer sozinho, mesmo que outras pessoas nos odeiem: Lucas 14.26
2. O amor de Deus: 1 João 4.8
3. Quando as pessoas nos maltratam e nos odeiam porque seguimos a Deus: Mateus 5.10
O que Isa nos Ensina sobre o Perdão?
O perdão combina com Deus assim como as estrelas com o céu. O perdão é necessário para entender e aplicar em nossas próprias vidas quando sabemos que não merecemos ser o perdoador.

If you forgive those who sin against you, your heavenly Father will forgive you.  But if you refuse to forgive others, your Father will not forgive your sins.” Matthew 6:14-15.

É muito importante lembrar desta sabedoria, porque algumas vezes nós não somos rápidos para perdoar. Mas de acordo com Jesus, que revela o caráter de Alláh, devemos possuir um espírito perdoador. Jesus vai bem longe ao dizer que deveríamos perdoar nossos ofensores 70 x 7 (setenta vezes sete). Mt 18:21-22.

Leia Mais
A história de Fátima
Português do Brasil