“Como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram” (Hb 2:3).

Qual é a Mensagem de Salvação e Redenção, e Como Alguém Pode Receber Salvação e Redenção?
a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor . (Romanos 5:21)

Isa Al Masih foi o único que veio ao mundo com a mensagem de salvação e redenção. Essa noção de salvação e redenção é exemplificada na revelação de amor de Allah pela humanidade pecadora. De acordo com a lei justa de Allah: “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23).Mas Deus sabe que toda a humanidade é pecadora, sem exceção. Este fato por si só, nós humanos e Deus jamais poderemos coexistir, por isso que Jesus veio ser um mediador entre Allah e nós, os pecadores. Porque Ele veio até nós, Ele foi componente exclusive de nossa reconciliação com Allah e Ele pagou o preço por nossos pecados. Além disso, Jesus foi punido por algo que nós deveríamos ter sido punidos, e por causa disso, Ele nos redimiu com Sua morte na cruz. Deixando as coisas mais claras sobre a redenção de Jesus para nós, o apóstolo Paulo explica a nossa reconciliação com Allah nas mais comovente formas: “Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida; e não apenas isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, por intermédio de quem recebemos, agora, a reconciliação” (Romanos 5:10-11).

Jesus não veio pelos judeus, cristãos ou muçulmanos. Ele não reconciliou um grupo de pessoas com Allah, pelo contrário, Ele reconciliou a todos nós com Ele através de Sua morte redentora. Ele não foi enviado para nos condenar, mas para salvar a TODOS NÓS (João 3:17).O amor de Allah é para todos, Ele deseja que cada um de nós sigamos o caminho certo, الصراط المستقيم, aṣ-Ṣirāṭ al- mustaqīm.

Agora que sabemos que Isa Al Masih nos reconciliou com Allah, como receberemos essa redenção e salvação? 
Receberemos essa redenção e salvação ao simplesmente acreditar em Isa Al Masih como o Messias e Salvador. Tudo o que faríamos é acreditar nEle e no porque Ele foi enviado. A salvação e redenção do pecado, acima mencionadas, são para todos aceitarem. Tudo o que exigem é fé em Jesus Cristo. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).As palavras do próprio Isa Al Masih declaram o seguinte: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14:6)..

A Quem Isa Veio Salvar
É comum entre as pessoas que não são familiares com a vida de Isa Al Masih e Seu propósito de vir ao nosso mundo assumir que Ele veio pelos justos, que Ele veio para salvar os devotos e não os pobres, os pecadores e miseráveis. Esse é totalmente o contrário da verdade. Jesus conhece os nossos corações, Ele sabe os que querem ser salvos e aqueles que acreditam que não precisamos dEle ou de Allah para nos manter no caminho certo. Mesmo sendo pecadores, os nossos corações anseiam por mais.

Mais ou menos 2000 anos atrás, Isa Al Masih veio para nos mostrar apenas o quanto Ele quer salvar os piores de nós, Ele veio para nos dar a chance para que um dia possamos nos juntar a Ele e Allah. Um desses muitos salvos foi Mateus, um humilde coletor de impostos, as pessoas que ocupavam esse cargo eram vistas como desonestas e colaboradores com os romanos que ocupavam as terras judias na época. Coletores de impostos eram condenados e não eram considerados como povo de Deus de modo algum. Roubar e adquirir dinheiro das pessoas s todo custo para auxiliar os romanos era a posição deles. Mateus era um coletor de impostos. Independente disso, Jesus disse a ele: “Segue-me”. Lucas 5:27. Os fariseus, um grande grupo religioso que buscava a santidade perante Deus através do meticuloso cuidado em manter as leis bíblicas e tradicionais, reclamaram contra os discípulos de Jesus e eles lhe perguntaram: “Por que comeis e bebeis com os publicanos e pecadores?”, e Jesus lhes respondeu: “Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento” Lucas 5:30-31. O que Jesus quis dizer em relação à por quem Ele veio não é literalmente apenas uma pessoa doente fisicamente, mas uma pessoa doente e falida espiritualmente.

Além disso, Jesus também disse que Ele tem sido enviado por Allah para pregar o Evangelho aos pobres, curar os de coração partido, proclamar a liberdade aos cativos, recuperar a visão aos cegos e libertar os oprimidos. Lucas 4:18.

A próxima vez que você perguntar a si mesmo se pode ser salvo ou se Allah te perdoa, lembre-se que Allah enviou Isa Al Masih pelos pecadores para lhes dar a chance de se arrepender e de ter a vida eterna. Você não foi excluído. 

How Did Isa Feel About the Lost Sinners?
God loves us and desires that each one of us be saved and reunited with Him, our Creator. However, He does not force us to love and obey Him, but respects and loves us so much that He gives us freedom to choose. Just like the parable of the lost sheep, Jesus asks the crowd, who protested to His forgiveness of sinners, whether they would leave 1 of their 99 sheep if it got lost on the road. The same way we wouldn’t leave something important to us is how he feels about us.

We love sinners by showing them respect and valuing their life as much as we value our own (1 Peter 2:17), by praying for them or with them (1 Timothy 2:1), and witnessing to them of Christ.

See John 15.

O Grande Sacrifício

A Bíblia e o Alcorão declaram que o profeta Abraão foi escolhido para uma missão especial. A Bíblia afirma: “de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gênesis 12:1-3). A mesma promessa é feita no Alcorão: “Eu farei de ti um Condutor de homens” (Al-Baqara 2:125).

Todos os muçulmanos celebram o festival de Eid al-Adha. Esse festival é respeitado em memória ao sacrifício que o profeta Abraão ofereceu a Deus. No Alcorão lemos que: “Nós lhe demos a alegre nova de um filho dócil. E quando ele teve idade bastante para trabalhar com ele, Abraão disse, “Oh meu querido filho, eu vi num sonho que te ofereço como um sacrifício” (Al-Safat 37: 102 e 103).

De acordo com muçulmanos, esse era Ismael, não Isaque. Na verdade, o Alcorão não afirma qual dos dois era. Deus testou o profeta ao pedir-lhe para sacrificar seu filho: “Essa, na verdade, foi uma prova manifesta. E Nos remimo-lo com um grande vítima” (Al-Safat 37:107 e 108).

Muslim commentators usually say that this “great sacrifice” refers to the ram that was provided by God to be sacrificed in place of Abraham’s son. But would a ram be a truly great sacrifice in comparison to Abraham’s son? “The great sacrifice” must refer to another sacrifice. This raises a question. Was God pointing forward to a Great Sacrifice in the future?

Comentaristas mulçumanos geralmente dizem que esse “grande sacrifício” se refere ao carneiro que Deus proveu para ser sacrificado no lugar do filho de Abraão. Mas será que um carneiro seria um grande sacrifício em comparação com o filho de Abraão? “O grande sacrifício” deve estar se referindo a outro. E a seguinte pergunta é levantada: Será que Deus estava apontando a um outro Grande Sacrifício no futuro? Na verdade, o Alcorão não fornece grandes detalhes dessa história. Pelo contrário, a Bíblia nos dá registros detalhados dessa história. Lemos na Torá que, Depois dessas coisas, pôs Deus Abraão à prova e lhe disse: Abraão! Este lhe respondeu: Eis-me aqui! Acrescentou Deus: Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei. Levantou-se, pois, Abraão de madrugada e, tendo preparado o seu jumento, tomou consigo dois dos seus servos e a Isaque, seu filho; rachou lenha para o holocausto e foi para o lugar que Deus lhe havia indicado. Ao terceiro dia, erguendo Abraão os olhos, viu o lugar de longe. Então, disse a seus servos: Esperai aqui, com o jumento; eu e o rapaz iremos até lá e, havendo adorado, voltaremos para junto de vós. Tomou Abraão a lenha do holocausto e a colocou sobre Isaque, seu filho; ele, porém, levava nas mãos o fogo e o cutelo. Assim, caminhavam ambos juntos. Quando Isaque disse a Abraão, seu pai: Meu pai! Respondeu Abraão: Eis-me aqui, meu filho! Perguntou-lhe Isaque: Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? Respondeu Abraão: Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto; e seguiam ambos juntos. Chegaram ao lugar que Deus lhe havia designado; ali edificou Abraão um altar, sobre ele dispôs a lenha, amarrou Isaque, seu filho, e o deitou no altar, em cima da lenha; e, estendendo a mão, tomou o cutelo para imolar o filho. Mas do céu lhe bradou o Anjo do SENHOR: Abraão! Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui! Então, lhe disse: Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho. Tendo Abraão erguido os olhos, viu atrás de si um carneiro preso pelos chifres entre os arbustos; tomou Abraão o carneiro e o ofereceu em holocausto, em lugar de seu filho. E pôs Abraão por nome àquele lugar – O SENHOR Proverá. Daí dizer-se até ao dia de hoje: No monte do SENHOR se proverá. Então, do céu bradou pela segunda vez o Anjo do SENHOR a Abraão e disse: Jurei, por mim mesmo, diz o SENHOR, porquanto fizeste isso e não me negaste o teu único filho, que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como a areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos, nela serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz. Então, voltou Abraão aos seus servos, e, juntos, foram para Berseba, onde fixou residência” (Gênesis 22: 1-19).

A Bíblia, vemos que o Messias de Deus, Isa Al Masih (que Sua paz esteja conosco), é a que foi enviada para ser sacrifício e o resgate do mundo inteiro. O Profeta Yahya disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (Injil, João 1:29). Ele deu esse título a Jesus para enfatizar Seu papel como sacrifício.

Em um incidente em que Isa Al-Masih (que Sua paz esteja conosco) respondeu os judeus, disse-lhes: “Abraão, vosso pai, alegrou-se por ver o meu dia, viu-o e regozijou-se” (João 8:56). O profeta Abraão ansiava a vinda de Al-Masih para redimir o mundo com o Grande Sacrifício. Ele é o Redentor, o que foi prenunciado no sacrifício de Isaque.

Abraão previu o sacrifício de Isa (que Sua paz esteja conosco). Um vez ao ano os muçulmanos celebram o amor profundo e admirável de Abraão para com Deus, ao estar disposto a até mesmo sacrificar seu próprio filho por obediência a Deus. No entanto, você sabia que todos os dias do ano, verdadeiros crentes em Isa Al-Masih (que Sua paz esteja conosco) se lembram do amor profundo e magnifico de Deus por seu povo, demonstrado através da vontade de Deus de nem mesmo poupar Sua Palavra e Espirito, conhecidos como Isa Al-Masih. “Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação” (Hebreus 9:28).

Categorias: Teachings

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Português do Brasil
English العربية Español فارسی Português do Brasil