Existem muitos argumentos sobre Isa Al-Masih. Quem é Ele? O Alcorão diz que as pessoas estão confusas sobre a pessoa de Isa-Al Masih. Por exemplo:

  • Este é Jesus, filho de Maria; é a pura verdade, da qual duvidam (890) (Máriam 19:34)
  • • Porém, as seitas discordaram a seu respeito. (Máriam 19 37)
  • • Porém, os partidos discreparam entre si. (Az Zúkhuruf 43:65)
  • • E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida (Nisa 4: 157)

Mas por que os argumentos e as dúvidas? Vamos ver o que a Bíblia Sagrada e o Alcorão dizem sobre Isa Al-Masih. O Alcorão ensina que Jesus é A Palavra de Deus (Kalimatullah), o Espírito de Deus (Ruhullah) (4:171), o Messias (Al-Masih) (3:45; 4.157; 4.172; 5.17; 5.72; 5.75; 9:31). Digno de honra nesse mundo e no próximo (Wajeeh) (3:45), abençoado (Mubarak) (19:31). Lemos sobre Seu nascimento virginal no Alcorão (3:42-47; 19:16-31), Seus trabalhos admiráveis (3:49; 5:110) Sua morte, ressureição e ascensão (4:157; 19:33,34; 3:55; 4:158) e sobre sua segunda vinda (43:57-61)

Nascimento Virginal
O Alcorão descreve o nascimento virginal dessa maneira:

  • E (recorda-te) também daquela que conservou a sua castidade (Maria) e a quem alentamos com o Nosso Espírito, fazendo dela e de seu filho sinais para a humanidade. (AL ANBIYÁ 21:91)
  • E com Maria, filha de Imran, que conservou o seu pudor, e a qual alentamos com o Nosso Espírito, por ter acreditado nas palavras do seu Senhor e nos Seus Livros, e por se Ter contado entre os consagrados (AT TAHRIM 66:12)
  • O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito. (NA NISSÁ 4:171)
  • Recorda-te de quando os anjos disseram: Ó Maria (147), é certo que Deus te elegeu e te purificou, e te preferiu a todas as mulheres da humanidade! (AAL IMRAN 3:42)
  • E quando os anjos disseram: Ó Maria, por certo que Deus te anuncia o Seu Verbo, cujo nome será o Messias (148), Jesus, filho de Maria, nobre neste mundo e no outro, e que se contará entre os diletos de Deus. Perguntou: Ó Senhor meu, como poderei ter um filho, se mortal algum jamais me tocou? Disse-lhe o anjo: Assim será. Deus cria o que deseja, posto que quando decreta algo, diz: Seja! e é. (AAL IMRAN 3:45, 47)
  • Explicou-lhe: Sou tão-somente o mensageiro do teu Senhor, para agraciar-te com um filho imaculado. Disse-lhe: Como poderei ter um filho, se nenhum homem me tocou e jamais deixei de ser casta? Disse-lhe: Assim será, porque teu Senhor disse: Isso Me é fácil! E faremos disso um sinal para os homens, eserá uma prova de Nossa misericórdia. E foi uma ordem inexorável. E quando concebeu, retirou-se, com um rebento a um lugar afastado (MÁRIAM 19: 19-22)

O que a Bíblia Sagrada diz sobre o nascimento virginal de Jesus:

  • Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. (Tawrat Isaías 7:14)
  • No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim. Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. 38Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela. (Injil Lucas 1:26-38)

Tanto a Bíblia Sagrada quanto o Alcorão dizem que Deus sopro em Maria (Al-Anbiya 21:91) ou em seu ventre (Al-Tahrim 66:12) o seu Espírito (Espírito de Deus) e então Maria ficou grávida e deu à luz a Isa Al-Masih. Você vê qualquer menção de relação Sexual nessas passagens? Não, Deus o proíba! Deus soprou dentro dela! 
Quando a Bíblia Sagrada usa o termo “Filho de Deus” não significa que Deus se casou ou que Ele teve relações sexuais. Também não nega o fato de Deus ser Um, saber do nascimento de Isa Al-Masih, filho de Maria, foi pelo sopro do Espírito de Deus, afirma isso.

O que faz um filho ser um filho para seu pai
1- Carrega o sangue do pai. A ciência nos diz que o tipo sanguíneo é passado do pai para o filho. Se Isa não tem um pai terreno biológico, de onde ele herdou esse sangue? Esse é o motivo de o chamarmos de “Filho de Deus”.

2- Carrega o nome de Deus. Isa Al-Masih não tem um pai terreno biológico. Então ele carrega o nome de Deus, por isso que O chamamos de “Filho de Deus”.

3- Carrega a natureza e as características de Deus. Isa Al-Masih não tem um pai terreno biológico. Por isso ele carrega características do Pai Celestial. Por isso O chamamos de “Filho de Deus”.

Categorias: Studies

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Português do Brasil
English العربية Español فارسی Français Português do Brasil