Uma das maiores crenças na Bíblia Sagrada, no Alcorão e no Hadith é o breve retorno de Isa Al-Masih dos céus para a terra. O termo mais comum usado na literatura islâmica é “nuzul Isa”, que é considerado um dos maiores sinais da história do mundo: ou. “Mas em boa verdade ele é um sinal da Hora. De modo que não duvidai do que a isso respeita, mas segui-me. Este é o caminho direito” (Al- Zukhruf 43: 62).

Isa, O suspiro do dia do julgamento
O Alcorão declara que Isa Al-Masih é um sinal do Dia do Julgamento:“Mas em boa vontade ele é um sinal da Hora. De modo que não duvidai do que a isso respeita, mas segui-me. Este é o caminho direito”..” (Al-Zukhruf 43:61)

Ibn Juzayy diz que o primeiro significado desse verso é o de que Isa é um sinal ou um pré-requisito da Última Hora. Podemos dizer que esse verso é uma indicação clara de que Isa voltará à terra no fim dos tempos. Isso porque Jesus já existia seis séculos antes da revelação do Alcorão. Consequentemente, não podemos interpretar a sua primeira vinda como um sinal do Dia do Julgamento. O que esse verso quer dizer, é que Isa voltará à terra perto do fim dos tempos, ou seja, durante os últimos momentos antes do Dia do Julgamento, o que será um sinal para o Dia do Julgamento.

O árabe no verso “Ele é um Sinal da Hora” ...” Algumas pessoas interpretam o pronome (ele) nesse verso como o Alcorão. Entretanto, os versos anteriores falam sobre Isa Al-Masih: “Ele nada mais era que um servo a quem Nós concedemos o Nosso favor, e Nós fizemo-lo um exemplo para os filhos de Israel” (Al-Zukhruf 43:60)

Em Sahih Muslim, também é indicado terem dito que o Profeta Isa descerá dentre os povos no fim dos tempos e alcançará o nível de ser mutawatir, o que significa ser narrado por tantas pessoas de cada geração, não podendo haver duvidas sobre sua autenticidade e é considerado como um dos maiores sinais do Dia da Ressureição. (Sahih Muslim, 2 ̸ 58)

Hudhayfah ibn Usayd al-Ghifari disse: “O Menssageiro de Allah veio até nós de repente e da forma como estávamos (ocupados com ums discussão). Ele disse: ‘O que vocês estão discutindo?’ Nós dissemos: ‘Estamos discutindo sobre a Hora Final’. Imediatamente ele disse: ‘Não acontecerá até que vejam os dez sinais’; e (com essa conexão) ele mencionou a fumaça, o Dajjal, a besta, o nascer do Sol do Oeste, a descida de ‘Isa o filho de Maryam, Yajuj e Majuj e desmonoramentos em três lugares, um no leste, um no oeste e um na Arábia, cada qual terminará com o fogo que queimará do Yemen e levará as pessoas a voltarem aos seus auditórios”. (Sahih Muslim)

O que os Comentaristas do Alcorão dizem sobre a volta dele
De acordo com Al-Baidawi: “Ele (Al-Masih) descerá na Terra Santa em um local chamado Afik, com uma lança em sua mão; com isso Ele matará al-Dadjal (Anticristo) e virá à Jerusalém no momento de salat (oração) da prece matinal; o Imam dará lugar para Ele, mas Ele recusará e adorará por detrás dele de acordo com o shariah de Muhammad; então Ele matará os porcos, quebrará as cruzes, deixará todas as sinagogas e igrejas em ruínas e matará todos os cristãos que não acreditam nEle”. A última declaração é baseada no seguinte verso do alcorão: “E não há ninguém entre as tribos do povo do Livro que não acreditará nisso antes da sua morte; e no dia de Ressureição, ele (Jesus) será uma testemunha contra eles”. (Al-Nisa 4:160)

O consenso dos comentaristas é que o tempo da Sua vinda será de acordo com a vontade de Allah. Geralmente concordam que Isa descerá no Oriente Médio, onde destruirá o Dajjal (Anticristo) e todos os seus hóspedes. Ele quebrará a cruz como uma declaração eterna contra todas as noções falsas de que Ele foi crucificado. Ele matará o porco e proibirá o porco universalmente. Ele abolirá o Jiziyah Jiziyah (impostos) que foram impostos sobre os não muçulmanos que mantiveram suas religiões ao invés do Islã, pois no ultimo dia, todos terão que aceitar o Islã para que os impostos sejam dispensados.

Ele anunciará em uma era de paz e prosperidade antes desconhecida e reinará a terra por quarenta anos, a comunidade mundial estará unida durante este tempo e todos acreditarão no Cristo do Islã. Ele será um governador imparcial, um juiz justo, agirá e instruirá os outros com o Alcorão e o Hadith. Ele também liderará as pessoas no ritual de oração. Durante esse tempo todas as outras religiões, a parte do Islã, perecerão e o Jihad cessará. Riquezas serão abundantes, o recebimento de Zakat (dízimo) e Sadaqa (oferta) cessará, já que não haverá mais pobres para recebe-los! Haverá paz, harmonia e tranquilidade durante o Seu tempo no mundo. Não haverá hostilidade por um período de sete anos; todos os corações serão libertos da avareza, inveja, ódio, malicia e ciúmes. Por quarenta anos, ninguém ficará doente ou morrerá; cobras, escorpiões e animais selvagens não machucarão a ninguém; os camelos pastarão entre os leões, chitas com o gado e chacais com os bodes. Ele se casará e terá filhos; e então morrerá após quarenta anos e será enterrado em Medina, juntamente com as tumbas de Muhammad, Abu Bakr e Umar.

As tradições desenvolveram um sistema que busca perpetuar a superioridade do Islã; o Islã será vitorioso enquanto as outras religiões que já receberam a revelação, mas que desobedeceram ou corromperam a revelação, perecerão. As tradições desenvolveram o Cristo Islâmico do Alcorão que é ‘ilustre neste mundo e no próximo’, mas é mortal como Muhammad e toda a humanidade, portanto morrerá.

A Bíblia explica claramente que Ele era a única pessoa que passou pela morte um vez (Hebreus 9:28), mas que jamais morrerá novamente; O que agora está gloriosamente vivo nos céus, e no Seu retorno como Rei, todos se ajoelharão perante Ele ao ouvi-lo anunciar no reinado justo (Filipenses 2:5-11).

O que a segunda vinda de Isa trará para o Islã
Os mulçumanos afirmam que a ‘descida’ de ‘Isa por um lado trará à Terra, um fim para o longo confronto entre os monoteístas de todos os profetas e, por outro lado, um fim às divergências politeístas que se infiltraram nos ensinamentos de Isa após Sua partida. Eles afirmam que essas divergências estavam criptografadas pelos credos cristãos; o que fez com que desafiassem Isa e o tornassem tanto filho de Deus como parte de uma trindade.

Tal confronto será um grande ponto da história humana, pois o Alcorão expôs várias vezes essas distorções cristãs e os seus avisos ignorados para os que seguem a fé cristã, os quais serão mantidos nos últimos dias. O assunto será resolvido pelo próprio Isa, que virá para corrigir todas essas representações falsas relativas à Ele e remover essas crenças prejudiciais que foram mantidas por gerações de cristãos. Ele pregará o monoteísmo puro.

A segunda vinda de Isa colocará as coisas em ordem e levará as pessoas pelo Caminho Estreito. “Quando Jesus veio com claras provas, ele disse: “De verdade, eu sou vindo a vós com sabedoria, e para vos tornar claro algo daquilo sobre que vós diferis. De modo que eu temei Allah e obedecei-me. Em boa verdade Allah, Ele é o meu Senhor e o vosso Senhor. De modo que servi-O. Este é o caminho direito” (Al-Zukhruf 43: 64-65).

Então Isa virá para estabelecer o Reino de Allah e para liderar o povo pelo Caminho Estreito que é formado pela adoração, por temer Allah e por obedecer a Isa Al-Masih. É importante ver que o relacionamento de Isa com Allah é diferente do nosso com Allah; se tivéssemos o mesmo relacionamento com Ele, quem teria dito “Allah é o nosso Senhor”

O Retorno de Isa Al-Masih (que Sua paz esteja conosco)

O Alcorão e o Hadith previram a Descendência de Isa (que Sua paz esteja conosco).

O Alcorão fala muito claramente sobre a descendência (a Segunda Vinda) de Isa Al-Masih (que Sua paz esteja conosco). “E não há ninguém entre as tribos do povo do Livro que não acreditará nisso antes da sua morte; e no dia de Ressureição, ele (Jesus) será uma testemunha contra eles” (Al-Nisa 4: 160).

Além disso, o Alcorão declara que o retorno de Isa à Terra é um sinal importante do Yawm Al-Qiyamah (Dia da Ressureição). “Mas em boa verdade ele (Isa) é um sinal da (Vinda da) Hora (da Ressureição); de modo que não duvidai do que a isso respeita. Este é o caminho direito” (Al-Zukhruf 43: 62).

Ibn Abbas disse que, esse verso, quer dizer sobre a descendência de Isa é um sinal do Al-Qiyamah. (Musnad Ahmad)

Huzaifa bin Usaid relatou que o Profeta Mohammad veio inesperadamente até nós enquanto conversávamos. Ele perguntou: “Do que vocês estão falando?”. E nós respondemos: “Estamos falando sobre a Hora Final”. O Profeta disse: “Jamais virá até que vocês vejam os dez sinais precedentes. Então Ele mencionou a Fumaça, o Dajjal (Anti-cristo), o Daabba, o Nascer do Sol de seu lugar de origem, a Descendência de Jesus, filho de Maria (dos Céus), Yajuj e Ma’juj (Gog & MaGog)...” (Sahih Muslim).

Até o Hadith descreve como Isa Al-Masih se parece: “Abu Huraira narrou o que o Profeta Mohammad disse: “Não há profetas entre mim e ele (Isa Al-Masih). Ele então descenderá; reconheça-o quando o ver. Ele é um homem de estatura mediana, (sua pele) é entre avermelhada e branca; ele estará com (ou vestido) duas vestes levemente amarelas; de Sua cabeça, aparenta estar caindo água, mesmo não estando molhada. Ele lutará pela causa (pelo bem) do Islã, ele quebrará a cruz, matará os porcos e abolirá o Jizya (impostos dos Cristãos e Judeus); e Allah dará um fim à todas as seitas religiosas, com exceção do Islã, durante o seu (Jesus) tempo. Ele (Jesus) matará os Anticristo (Dajjal) e permanecerá nesse mundo por 40 anos. Então, ele morrerá e os muçulmanos realizarão uma oração fúnebre para ele” (Abu Dawud e Musnad Ahmad).

Algumas narrações do Hadith indicam que Isa descenderá em Damasco, enquanto as outras nações dizem que será em Jerusalém.

Algumas narrações indicam que Isa matará os Anticristo em Lud (perto de Tul Aviv, Israel), enquanto outras narrações indicam que será perto de Afiq e do Lago Tiberias (o Mar da Galiléia). Alguns estudiosos como Al-Ahwazi acreditam que Lud não se refere ao nome de uma cidade ou lugar, mas significa Fitna (conflito, julgamento ou tribulação). Mujm’e bin Jariya Al-Ansari narrou que o Profeta Mohammad disse: “O Filho de Maria (Isa) matará os Dajjal (Anticristo) à porta de Lud” (Tirmizi, Ahmad, Tabarani, Ibn Hayan, Abu Dawood Al- Tayalisi). Tirmizi classificou isso como Sahih Hadith.

O Hadith Proclamou que Isa Al-Masih descenderá como um Juiz justo, Abu Haraira narrou o que o Profeta disse: “Por quem a minha alma está em mãos, logo, o Filho de Maria (Jesus) descerá para ficar entre vocês como um Juiz justo. Ele quebrará a cruz, matará (a mobilização de bandidos) os porcos e abolirá o Jizya (impostos dos Cristãos & Judeus, porque ambas religiões não mais existirão). Haverá abundância (excesso ou fluxo) em Riquezas (e dinheiro) ao ponto que ninguém aceitará mais (caso queiram dar esmolas) e uma única prostração (em oração à Allah) será melhor do que o mundo e tudo que nele habita” (Sahih Bukhari, Sahih Muslim).

O Hadith lista todos os tipos de bênçãos espirituais e mundanas que descerão à Terra quando Seu tempo chegar.

- Haverá abundância de riquezas. As riquezas fluirão como a água. As pessoas não mais terão que pagar Zakat (impostos) e Sadaqa (doação).

- Todos os corações serão libertos da miséria, da inveja, da malicia e do ciúme.

- Todos os animais perigosos serão inofensivos. Os camelos irão pastar com os leões e os guepardos com o gado. Uma garotinha correrá atrás de um leão e o mesmo vai correr com ela como se fosse um cachorrinho, e não a machucará. O veneno será tirado de todos os animais venenosos, um garotinho vai por sua mão dentro da boca de uma cobra e não será mordido. O lobo viverá com as ovelhas e as protegerá como se fosse um cão pastor.

- Paz, harmonia e tranquilidade prevalecerão no mundo. Todas as pessoas se entenderão, as guerras cessarão, a Terra estará repleta de paz, como uma bacia de prata e brotará uma vegetação parecida com a do tempo do Profeta Adão.

- A fertilidade da terra aumentará ao ponto de florescer sementes que foram semeadas em rochas. A Terra produzirá tanta fruta que um grande grupo de pessoas se reunirá para comer várias uvas ou romãs, ficarão satisfeitas e usarão a casca como guarda-chuva.

- Haverá também a bênção do leite. O leite de um único camelo será suficiente para saciar a fome de um grande grupo de pessoas. Uma vaca produzirá o que for suficiente para uma tribo e uma ovelha produzirá leite suficiente para uma família.

- Os cavalos serão baratos por não serem mais necessários em guerras, mas touros serão caros, pois serão usados para arar a terra.

- A vida será agradável e prazerosa após a vinda de Jesus dos Céus; as pessoas viverão em conforto durante o reino de Jesus, como um califa muçulmano.

Narrado por (Muslim e Ibn Majah)

Categorias: Descent

2 comentários

Lowell Homes · junho 20, 2018 às 6:40 am

Greetings from Florida! I’m bored at work so I decided to browse your website on my iphone during lunch break. I love the knowledge you present here and can’t wait to take a look when I get home. I’m amazed at how quick your blog loaded on my cell phone .. I’m not even using WIFI, just 3G .. Anyways, great site!

    Abed Al-Salam · junho 20, 2018 às 3:38 pm

    Greetings, thank you for writing and for your interest in the website, we are so happy to be of service. Please, continue following us.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Português do Brasil
English العربية Español فارسی Português do Brasil