Pode a Criação Revelar Deus?

1. As áreas da vida em nosso planeta são três: terra, atmosfera e mar.
2. A essência das coisas são três: inanimadas, plantas e animais.
3. As regras da língua árabe são três: pronome do locutor, pronome do destinatário e pronome do inexistente.
4. O tempo é dividido em três: passado, presente e futuro.
5. O ser humano é composto por três: fôlego, espírito e corpo.
6. A matéria possui três estados comuns: sólido, líquido e gasoso
7. O átomo é composto por três partes: nêutrons, prótons e elétrons.
8. São três as cores primárias: vermelho, verde e azul.
9. A família é composta por três membros: pai, mãe e filhos.
10. Usamos três comparações: acima, abaixo e no mesmo nível.
11. Há três medidas: comprimento, largura e altura.
12. A água que dá vida é composta por três átomos: dois hidrogênios e um oxigênio.
13. Os números são três: O primeiro número ímpar é 3, já que 1 não é um número, e sim a origem destes.

Tudo ao nosso redor, a estrutura da natureza, proclama a Trindade. Há muitos outros exemplos que eu poderia citar, mas escolhi as coisas básicas sem as quais não há vida, coisas como água e a própria matéria.

É claro que o objetivo destes exemplos não é provar a doutrina da Trindade. Deus é muito grande para ser medido ou provado por qualquer coisa. O objetivo é apontar que se Deus nos revelou que Ele é a Trindade. Nós devemos reconhecer que este conceito é coerente com o mundo natural que vemos ao nossos redor.

O Injil afirma de forma clara que as qualidades invisíveis de Deus, Seu poder eternal e a natureza divina, têm sido vistos nitidamente através da Sua criação. “Porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato." (Romanos 1:19-21)

Há um Deus Pai, Filho e Espírito Santo, a uma unidade de três pessoas coeternas. Deus é imortal, onipotente, onisciente e sempre presente acima de tudo. Ele é infinito e vai além da compreensão humana, mas ainda assim, é conhecido por meio da Sua auto-revelação. Ele é para sempre digno de louvor, adoração e culto de toda a criação. (Deuteronômio 6:4; Mateus 28:19; 2 Coríntios 13:14; Efésios 4:4-6; 1 Pedro 1:2; 1 Timóteo 1:17; Apocalipse 14:7.)

Leia Mais
Os 10 Mandamentos na Torá, Injil e no Alcorão
Português do Brasil